Olha o que viraram os novelos…


Consegui finalmente terminar de lixar os palets. A parte manual porque esses palets vieram muito ruins, cheios de farpas e não dá certa na lixadeira porque corta a lixa. Ai consegui uma pessoa vir fazer pra mim. Porque precisa de força.

Ai depois eu lixo de novo com a lixadeira. Passo massa corrida pra tirar os cortes. E olha só, vai virar um deck todo colorido. : )


Eu reciclo tudo até não dar mais.
Até minhas relações eu vou tentando reciclar, reaproveito até…
Mas às vezes é preciso coragem pra jogá-las no lixo mesmo.

Recentemente havia dado mais uma chance para um escravo e ele até se prontificou a vir me ajudar com os palets mas vai daí, alguns dias sem notícia e… “ah, eu gosto mesmo é de lavar louça!”

Hora de parar de remendar.  Não me falta quem lave louça. Até o roger tá lavando super bem e rápido agora.

Então o sujeito quer vir no dia que lhe apetece, fazer só o que lhe apetece e acabar numa sessãozinha básica. Reciclem-se, meninos! O buraco é bem mais embaixo, ó.

Se fazem sua parte, eu faço a minha e transformo lixo em coisas bonitas. Mas “querer” é imprescindível.

Olha a diferença do palet mais robusto.

É como escolher escravos. Precisa robustez e força interior. Sem rachaduras.
Aliás, lisura também é valor e sempre cai bem.

E você faz coisas lindas!!

Anúncios