É complicado lidar com a mística que se criou em torno do pompoarismo.
Dia desses uma menina escrevia em várias comunidades que se sentia enganada. Não sei quem a enganou, não entendi até agora e nem devia dar ouvidos já que se colocou de maneira quase anônima. Mas não tiro de todo a razão dela.

Não sabemos onde isso começou. Ou sabemos: alguém saiu por ai dizendo que tinha descoberto a chave da felicidade e deu a isso o nome de Pompoar.

Sem dúvida que o pompoar é uma feliz descoberta. Mexe com a libido. Mexe com o corpo todo. É gostoso. Faz bem. E é saudável.

Mas a verdade nua e crua sobre pompoar é que são apenas dois ou três exercícios. E trabalhar muito em cima deles. Não há muito o que dizer. Isso é tudo realmente.

Todos os livros que encontrei foram divididos em três partes. A primeira fala sobre autoestima. E isso ainda não é o pompoar. Essa primeira parte fala sobre voce gostar de voce mesma. Gostar do seu corpo. Parece que não tem nada a ver mas voce não vai encontrar os resultados se não tiver auto-estima.

O pompoar é solitário. É algo de você para você. Voce precisa realmente olhar no espelho e propor uma mudança. Mudança de atitude. Acho que pompoar tem muito de atitude.

Voce vai precisar tocar seu corpo. Reconhecê-lo. Tomar posse dele. Para que os exercícios funcionem de verdade. MUitas pessoas inclusive já fazem os exercícios instintivamente mas não se dão conta. Não têm domínio sobre o que estão fazendo.

A proposta do Pompoar é justamente ter esse domínio. Tomar consciência do próprio corpo e ter domínio sobre ele.

Por isso a segunda parte dos livros sobre pompoar é uma lição de anatomia. Voce entender bem direitinho como você funciona. Como é a vulva. Como é a vagina. Onde está o clitóris e porque ele é tão importante para o prazer feminino.

Só então. Lá na terceira parte é que vai se falar dos exercícios que são três ou quatro. Eu sinto que algumas mulheres paguem uma fortuna para isso.

Eu encontrei tudo na literatura mesmo. E dentro de mim. Me conhecendo.

O velho “Conhece-te a ti mesmo!”

Para mim, foi realmente uma grande descoberta.

Maravilhosa e eu quero muito transmití-la porque adoraria que as mulheres todas descobrissem que podem trabalhar a libido, ter mais orgasmos, enfim. Uma vida sexual mais gostosa.

Não é mágica. Não é truquezinho de conquista. É trabalho. É dedicação.

É malhação!!

Recomendo alguns livros mas especialmente o “Pompoarismo – O caminho do prazer”

Leia aqui tudo o que descobri nos livros e experimentando…

Anúncios