Voltei ao jardim, pensando algumas coisas sobre feminismo. Os jardins ensinam muitas lições. E eu gosto de refletir ali. Criei ali um ambiente acolhedor para meus devaneios acerca da vida. Se quiser, acompanhe aqui (mas ninguém é obrigado!)

Estive pensando sobre muitas das causas feministas ainda a serem conquistadas. Muitas. As batalhas ainda são muito grandes. Mas eternamente otimista , acho que a gente tá ganhando. Que a gente não tá parando de andar, se pensarem bem.

ilustra1
Fotografia: Ethi Arcanjo

Nunca quis falar sobre FemDom em contexto sexista. FemDom sempre precisa ser lido de maneira erótica e não sexista. Mas veja, é o que eu acho. E existem várias correntes com pensamentos diferentes então a minha maneira de ver , não é uma regra.

FemDom está inserido no conjunto de práticas BDSM, ali no meio, o D, de Disciplina ou D/s. Claro que existe FemDom em todas as direções. Pode ser só SM, só Bondage.

Importante aqui é lembra que para o FemDom D/s, ao qual me refiro, as práticas sadomasoquistas e de bondage são apenas ferramentas da disciplina e não são um fim em si mesmas. O objetivo sempre será a Submissão.

Então, enfim, e apesar disso, eu resolvi que já deve ter um monte de homens ai desarmados, só esperando a gente assumir o comando.

Eu acho. E deixo aqui a minha contribuição.

Procure saber se você não tem um hominho de estimação em casa. São tantos. Eles adoram e querem viver essas coisas com as esposas.

Mas antes leia este alerta: você não pode ter medo de perder o cara!! Pode acontecer.

Você tem que reconhecer os sinais. Vá com calma.Comendo pelas beiradas como diziam os antigos.

Mas, por exemplo, se ele lhe mostrar esse texto, acredite: não vai perdê-lo nunca. Ele quer muito estar a seus pés.

Mais do que estar a seus pés, muito mais. Ele quer ser humilhado por você. Que faça xixi nele. Que tenha outros parceiros, que o mantenha sob cinto de castidade. Que você brilhe como um sol e ele menos que a  sua sombra.

Humilhar muito. Sem dó.

eric
Eric Stanton

“Ah mas isso parece tão cruel ”

Não.

Vocês combinam um gatilho. De quando a brincadeira começa e quando acaba. Por exemplo, eu e roger não nos tratamos por escravo e Rainha habitualmente. Mas quando eu, de repente, lhe aponto meus pés, ele sabe que acionei o gatilho. Que o jogo está começando.

Porque é preciso analisar todo o contexto. Lógico que você não vai humilhar seu marido na frente de pessoas estranhas a esse estilo de relacionamento. Nem na frente dos filhos.

Como casais baunilha não fazem sexo na sorveteria. Sei lá, alguns já fizeram. Uma vez eu fiz no Parque do Ibirapuera e quase fui presa. Artes de menina.

Mas, enfim, a gente é a mesma coisa. É só uma outra forma de viver a sexualidade.

Então da mesma forma respeitamos ambientes que podem trazer constrangimento a qualquer um dos envolvidos. Lógico. O importante é que durante o tempo em que não estiverem jogando ele simplesmente saiba no coração dele que te pertence.

Nesses casos, apenas para que ele realmente não a esqueça você pode obrigá-lo ao cinto de castidade ou até uma calcinha. Eu penso que uma calcinha algumas vezes pode ser muito mais inibidora do que o cinto.

Imagine você  se ele tentar sair com alguém.  A pessoa está lá no motel, mó tesão, e o cara aparece num cinto de castidade. O que ela vai achar? Bem, pode ser que não aconteça nada mas para ela vai ser altamente instigante.

Agora imagine se ele levar para um motel e chegar lá aparecer de calcinha por baixo da roupa?  Jogue todas as cuecas dele fora. E pronto. Você tem um homem fiel.

Você pode, vez ou outra, penetrá-lo com um pênis de silicone. Manda chupar mesmo. Dá uma surra de pica na cara. Depois come o rabo. E ele vai curtir.

Não deixe que ele goze quando quiser. Ele só pode gozar com sua permissão. Isso é o que os mantém mais na coleira mesmo.  Ficam doidos pensando em quando você vai permitir.

Faz deitar e rolar. É seu hominho de estimação. Mande andar de 4 pela casa. Ele vai andar. Mande lamber o chão. Ele vai lamber. De um tapa na cara dele e o obrigue a agradecer.

Jogue restos de comida no chão para que ele coma. Faça limpar seus pés, seu sexo, depois de uma transa ou depois de um xixi.

Experimente.

Vão se divertir muito.

Anúncios