Comentário do Luque no post Com vocês, meu pet!

“O que quis dizer, que pelo que acompanho seu Blog
Para a senhora permitir e ordenar tantos tratos aos seus pés, ele já tem um lugar importante Rss”

Rs , luque, vou responder aqui!
Primeiro obrigada por me acompanhar. Muito gostoso ver como me conhece. E bom que cobre minhas contradições.

: )

Bem, eu não gosto de ordenar a nenhum escravo que toque meus pés. Por que? Meus pés são queimados de verdade. Então é por respeito mesmo aos podolatras. Além disso, eu ando descalça o dia inteiro, limpo casa, faço tudo sempre descalça. Pra você ter uma ideia minha sapateira é minha garagem. Eu mal fecho o portão e já jogo o que estiver calçando pro alto.

Então não é mesmo um pé para podolatras. Acho que a última vez que fui a um pedicure tem uns 3 anos!  Se o cara chega, se oferece para beijar, eu permito. Mas jamais dou essa ordem.

Você está certo: com dorga foi diferente…

: )

Primeiro ele é leitor do blog. Isso faz muita diferença. Já conhece essas coisinhas minhas, rs. (Como você! Achei muito lisonjeiro!)

Segundo desde que o vi pensei em uma relação D/s. Na verdade é a relação que gosto mais, então se a pessoa mora aqui, eu não entendo nenhum outro modelo de relação, com excesão apenas para as sessões pagas. E um garoto tão jovem por certo não quereria uma sessão paga, rs.

Na verdade já haviam cantando a bola de que ele tinha uma admiração grande por mim.Mas tivemos um desencontro. Conheci ele no mesmo dia em que assumiu outra domme daqui. Muito querida, aliás… Então ele foi lá, viveu por um tempo e não deu certo. E passado algum tempo, me procurou novamente.

Eu estava muito insegura. Até por causa das decepções que venho tendo, e tb por causa da idade dele. né? Não queria alguém pulando de galho em galho. Nem conversando com ninguém. Queria alguém disposto a mergulhar pra valer. Sempre digo aqui: sou extremamente possessiva.

Trocamos muitos mails onde eu quis me assegurar de que ele não estava sendo escolhido mas me escolheu livre e conscientemente. Falei sobre a nossa grande diferença de idade, falei que minha idade é mesmo essa, falei do acidente, também perguntei sobre ele.

Depois houve um evento em nosso grupo e iriamos nos encontrar lá. Então disse a ele que sem comentar com ninguém, me paquerasse no evento. Mandei até que fosse bem discreto mas ele não foi mesmo, rs. Ficou ao meu lado o tempo todo. Dai mostrei minha perna e nessa hora foi muito bonitinho. Ele disse algo como: “já sei que tenho que fazer tudo bem levinho…”  Foi encantador. E eu vi que não teria barreira alguma com ele, que me mostraria inteira.

E fiquei feliz. Quando escreveu seu relato disse “seus belos pés” e eu conversando com ele comentei: “belos não né? eu sei que você curtiu muito eles (uma mulher sente, né?) mas belos eles não são” e ele disse pra mim… “É belo sob o meu ponto de vista, como também a senhora me acha lindo e eu não sou lindo.”

Pronto. Meus pés são lindos.

: )

Mas aí como foi minha história com o

Anúncios