Aqui vai um texto sobre penetração anal. Todos os produtos que eu menciono aqui (exceto se eventualmente estiverem em falta) estão no site da Via Libido. Então depois de ler, passa lá que eu entrego em todo o Brasil.Vamos falar sobre como as relações anais podem ser confortáveis se forem feitas do jeito certo. Ok?

Primeiro é bom sempre lembrar :

1. A dor é opcional porque além de lubrificantes também acessórios contribuem para uma relação confortável.
2. Um parceiro delicado e generoso nas carícias preliminares fará toda a diferença.
3. Será melhor quanto maior for a confiança entre os parceiros.
4. Sempre. SEMPRE use preservativos ou luva se for manipular. 

Uma dúvida recorrente quando se fala em sexo anal é sobre a sexualidade do homem que busca o prazer anal…

Será que ele é homossexual?

Já me perguntaram isso milhões de vezes e eu gosto de esclarecer porque é um pensamento muito repressor  e extremamente preconceituoso.  Primeiro porque supõe que gays não fazem outra coisa na vida além de sexo anal.  Não, né?

Homossexual masculino é um homem que gosta de outro homem. De andar de mãos dadas, de ir ao cinema, de beijar na boca. Enfim, um homossexual deseja outro homem.  A relação anal é uma consequência desse desejo.  É quando os corpos se encontram e se misturam, da mesma forma que acontece nas relações hetero. E olha só: conheço casais gays que ficaram muito tempo juntos antes de ter uma relação anal. Lá porque um dos dois não estava preparado. Respeito, carinho, amizade, você encontra nas relações LGBT também.

Então, o prazer anal não tem nada a ver com ser ou não ser homossexual. O ânus tem terminações nervosas importantes que podem e devem ser exploradas. Eu costumo dizer que o corpo é um parque de diversões e que a gente deve ser um pouco  como as crianças para experimentar todos os brinquedos e todas as possibilidades. Experimentar sem  medos e sem os preconceitos que vamos aprendendo a medida que nos tornamos adultos.

Isto posto, corações tranquilos…  Vamos adiante! Esta conversa interessa a mulheres e homens independente da sua orientação sexual.

Lubrificantes:

Lembre: o anus não é tão elástico quanto a vagina e nem produz lubrificação natural (*) por isso  uma boa lubrificação é indispensável.

Há sempre alguma confusão quando se busca produtos facilitadores do sexo anal. Exemplo clássico é o caso dos cremes anunciados como anestésicos já que substâncias anestésicas são controladas pela Polícia Federal e pela ANVISA que proíbe essas substâncias na  formulação de cosméticos do grupo 1 (no qual se enquadram todos os cosméticos eróticos).

Além disso não é interessante anestesiar totalmente porque uma que vai tirar o prazer junto e outra que é importante que a pessoa que está sendo penetrada oriente o parceiro quanto à dor para que juntos encontrem o ritmo ideal.

Então para quê serve o lubrificante anal vendido no sex shop? Eles realmente fazem diferença?

Sim. Eles têm uma consistência mais cremosa que os lubrificantes comuns e são extremamente umectantes. Aplicados com uma massagem vigorosa na entrada do anus, eles umedecem a pele, deixando-a macia e com um pouco mais de elasticidade. Depois, uma segunda massagem mais suave e profunda permitirá que o pênis deslize com maior facilidade.

Eu mesma já usei muitas vezes o termo “anestésico”. Às vezes até para facilitar a comunicação mas sempre explico que não vai tirar totalmente a dor. Vai sim ajudar a torná-la mais confortável.

Em relação aos cosméticos eu sempre escolho marcas já consolidadas de fabricantes confiáveis. Porque todos os dias surgem novos fabricantes e novos produtos. E é preciso cautela! Para ver esses produtos clique aqui

Importante:

Todos os lubrificantes são a base de água então podem –  E DEVEM! –  ser usados com preservativo. Nenhum deles tem sabor agradável. No site da loja você poderá ver cada um deles separadamente com a composição e outras informações importantes.

Higiene:

Um dos problemas da relação anal é o constrangimento por conta de detritos fecais no pênis ou na prótese do(a) parceiro(a). Para isso basta fazer uma boa limpeza interna, um enema. Temos à venda na loja inclusive um descartável. Mas também vale chuveirinho. Faça do seu jeito com o mesmo cuidado que teria na penetração. Devagar. Faça no banheiro, numa posição confortável.

Depois da relação sempre lave muito bem novamente. O sexo anal por si só pode provocar ferimentos microscópicos na pele do ânus e região que são porta de entrada para bactérias e vírus. Veja aqui.

E nunca. NUNCA penetre a vagina depois de penetrar o ânus. Por amor… Pelo mesmo motivo. Você pode levar bactérias de um canto a outro. “À C.. o que é de C.. ” rs


Plug-se!

Os plugs têm várias funções por isso são tantos modelos diferentes.Eles se caracterizam por ter uma base que permite que se encaixem na entrada do ânus.  A base impede que ele se desloque para dentro ou para fora. Eles não servem por exemplo para fazer o vai-vêm que simularia uma penetração. Nesse caso é melhor uma prótese mesmo.

No caso do uso para estimular e preparar para uma relação anal,  os de formato cônico são mais interessantes. Pode ser usado meia hora antes da penetração porque a musculatura estará relaxada. Para tirar, expulse como se fosse evacuar

Veja estes exemplos:


Esses modelos são tradicionais e permitem que o corpo se “acostume” com a ideia da penetração de forma gradativa. Em geral são macios e flexíveis. Psicologicamente também ajudam a quebrar o estigma da dor ou mesmo do “nojo” que algumas pessoas reportam. Com os plugs a pessoa poderá experimentar sozinha até.Eles também podem ser encontrados com vibro:

Assim eles também estarão despertando o desejo. Delicadamente. Sem pressa.

Há ainda os modelos da linha Plug Ball que  também são excelentes acessórios e a gradação é mais evidente. Pode-se ir lentamente aumentando o relaxamento, bolinha após bolinha.

Anel Companheiro

Estes são modelos  que chamamos de Anel Companheiro.  Ele é usado quando se deseja a penetração simultânea, vagina-anus.

E agora…

A próstata !!

Embora não esteja comprovado inúmeros relatos apontam a próstata como o ponto G masculino. Localiza-se na parede anterior ao reto. Esta área seria de extrema sensibilidade sexual quando tocada ou manipulada. Importante na manipulação é sempre usar luvas e estar com as unhas aparadas de forma que não machuque as paredes.

Essa manipulação pode ser feita com os plugs especiais. Observe que eles têm curvatura especial e se encaixam perfeitamente nessa região. Podem ser usado antes da penetração anal porque estarão sensibilizando aquela região.

Para localizar a próstata introduza o dedo em direção em direção ao pênis, você sentirá uma elevação do tamanho de uma noz, entre 2 ou 3 cm de profundidade.

protaPara terminar, gostaria de recomendar fortemente a leitura do livro O Prazer Secreto, do Dr. Celso Manzano que trata exclusivamente do tema das relações anais e do qual transcrevo o seguinte trecho:  “a próstata cresce por si a partir dos 40 anos de idade, sem qualquer explicação válida até o momento. Todo homem, independente de sua orientação sexual, deve fazer a prevenção do câncer da próstata uma vez por ano a partir dos 45 anos.  A próstata não cresce e não se transforma em tumor  – maligno ou benigno – em função de manipulação ou relação anal. “

O livro é muito rico em detalhes, técnicas, anatomia… Vale a pena mesmo ter e consultar sempre que possível.

Em outro momento falarei sobre as próteses e as cintas penianas.

Com certeza, usando os acessórios,  a pessoa  vai estar mais relaxada na hora da penetração.

E o sucesso da relação anal depende muito desse relaxamento. Porque é musculatura, se a musculatura estiver tensa, vai machucar e não há “anestésico” que dê jeito.

O parceiro ou parceira que estiver penetrando deve fazer da mesma forma que os plugs. Gradativamente.

 

Anúncios